quarta-feira, 8 de julho de 2015

TÂNIA


Em você encontro a paz na fatuidade
dos momentos: na emoção
da certeza dos corpos: no prazer da ilusão
pregressa e na adoração do instante
magnificado em espelhos: estamos juntos
na significação do espaço pela orientalidade
do esboço e na consistência de sermos
a manutenção da individualidade
no tempo e aos nos reapresentar
à frente: ar e solo confundidos
no regresso: em você
permanece a beleza natural
dos ensinamentos: fato e folha:flor
depositada em reconhecimento
dos corpos em descanso na lembrança
dos estames praticados.

(Pedro Du Bois, inédito)

4 comentários:

  1. Bela obra, Pedro!
    Reflexiva, poética, bem elaborada!
    Grande abraço, sucesso e ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  2. Gratíssimo, Evandro e Marcia, pela leitura e retorno. Abraços. Pedro.

    ResponderExcluir