terça-feira, 6 de dezembro de 2016

RETORNOS

Retorno: circunstância esvaziada
das resoluções. Reapresentado
aos que ficaram sei das razões
da permanência. Minto retornos
em ângulos ásperos das diferenças
em razões ultrapassadas. Exausto
nas descobertas descubro o passado
escondido no envelhecer dos que
ficaram. Vejo-me alquebrado
em necessidades. Relato
fatos aumentados ao ouvir
respostas diminuídas.

A rua transfigurada na rua
imaginada da rua antepassada
em rua amedrontada fosse rua exposta.

Rua
apenas rua: modificada
e estabelecida em metáfora.

Retornar e ficar: polos desconfortáveis
da verdade nos finais de tarde.

(Pedro Du Bois, inédito)

domingo, 4 de dezembro de 2016

PREMISSAS

Flores
cores
atores dispersos
                   cenas
                   atos
                   fatos comprovados
           no processo
           no acesso
           na acesa discussão

                    flores
                    cores
                    atores concentrados
           nas cenas
           nos atos
           em fatos desprovidos
           de processo
             e veracidade

aceso o fogo
o papel alimenta a chama
em que me reflito.

(Pedro Du Bois, inédito)

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

DESCOBERTAS

busco a origem
além dos deuses conhecidos
na fixação das imagens

cultivo os motivos
além das razões estabelecidas
em deuses não acontecidos

quero o instinto predador
além da civilização imposta
em demônios consentidos

busco o paralelo esboço
além dos arqueológicos achados
em entidades acumuladas

procuro a essência despercebida
além dos aromas reunidos
em diversas providências

descubro a repetição continuada
além dos saltos geológicos
no sempiterno equilíbrio do planeta

(Pedro Du Bois, inédito)