segunda-feira, 28 de maio de 2012

TÂNIA

Saio: a rua conhecida me acompanha
no trajeto decorado em portas abertas

sua casa me oferece o tempo
necessário ao convencimento

caso o corpo no corpo
oferecido: na unidade
reside o esforço
da multiplicação

a rua inconclusa avisa
sobre a próxima quadra:

          passo após passo
          afasto minha sombra
          e sua casa contém o trajeto.

(Pedro Du Bois, inédito)

6 comentários:

  1. Lindo poema de amor. Um abraço À vocês, Yayá.

    ResponderExcluir
  2. Grato, yayá, pela sua sempre leitura. Abraços, Pedro.

    ResponderExcluir
  3. Lisette, bom ter seu retorno. Abraços, Pedro.

    ResponderExcluir
  4. Ô, poeta, excelência de sempre! Como está essa força?

    ResponderExcluir
  5. Grande Andel, tenho acompanhado seus textos, sempre fabulosos. Abraços, Pedro.

    ResponderExcluir