segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

NASCER

Nos nacimentos
natais realizados
tisnam meu corpo
no aleatório desejo
de amor e glória:

     deposito minha vida
     nas mãos que envolvem
     o tempo ao vento

nascer e renascer
na coincidência
do extremo gesto

em que realizo em tintas
o que dos nascimentos pintam.

(Pedro Du Bois, inédito)

   

2 comentários:

  1. Um ano cheio de conquistas abraço Lisette.

    ResponderExcluir
  2. Grato e igualmente, Lisette. Obrigado pela sua sempre presença. Abraços, Pedro.

    ResponderExcluir