sexta-feira, 21 de agosto de 2015

DISCURSOS

impele o tempo passado

(recordações explodem
 lágrimas e do choro
 retira o movimento
 com que a boca
 retoma o tema)

ao recontar
a conta do esquecimento
           lembra
       relembra
       reapresenta a história

falha na entrecortada fala
em que despeja a torrente
vida acumulada em anos
              de ressentimentos

(Pedro Du Bois, inédito)

2 comentários:

  1. ressentir do tempo, o verso

    sempre um prazer te ler

    ResponderExcluir
  2. Amigo Filipe: sempre bom ter a sua leitura. Abraços e bom final de semana.

    ResponderExcluir