quinta-feira, 9 de outubro de 2014

AMANHECER

Vejo no amanhecer a mudança
em bilionários anos passados: essência
do tempo necessário à permanência

o amanhecer no rastro da passagem
titubeante O restante repete o início
das horas em desconfiança e alternância

amores percebidos nas entregas
antecipadas do encontro

amanhecer: o sol nascente
sabe que em outro lugar
              distante
              e perto
              o tempo flui
              da mesma forma

não na mesma hora.

(Pedro Du Bois, inédito)


 






2 comentários:

  1. Tirando o colorado, o restante até que dá para o gasto. Abração, Andel. Pedro.

    ResponderExcluir